Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Apático e Metamórfico

És como uma árvore: frondoso. Misteriosamente recebe-me em teus átrios de conhecimento. Distintos amores levaram-me à ruína, Mas o toque íntimo de tua sabedoria Levou-me à alvorada de todas as minhas ideias.
És como o sol: cintilante. Calidamente envolves-me em teus enlaces ardilosos. Tantos sabores, Tornando-me cativa de teus sonhos fantasiosos.
És como o vento: disforme. Fortemente conduzes-me para onde queres, Usa-me tal qual peça chave em teus jogos obscuros. Descarta-me como o nada que em tanto, Abomino.
És como a terra: imundo. Odiosamente, esmaga-me, Toma-me em dores de invalidez. Retorço-me em teus braços, Enlaçando-me no derradeiro segundo, Tu apertas e me destrói.
Tu, Apático e metamórfico. Apertas e me destrói.

Últimas postagens

Nymphaea

Unum Diem Durantia

A Metafísica Humana

Luana

O Abismo Na Alma

Si Deus Me Relinquit

O Estigma Feminino